Luz

Como se pudesse voar,
sentindo o ar
DIFERENTE,
ouvindo palavras
ESTRANHAS,
pessoas desconhecidas
Procurando algo que não pensei encontrar.
UM OBJETO FAMILIAR,
Preso em cartões postais.
A mais bela torre diante do
MEU OLHAR.
Volto ao mesmo lugar,
Com o sonho ainda a serealizar, quero
encontrar

MINHA PARIS.
.
(Bárbara, junho de 2009)
.
.
Light
.
As if you could fly
Feeling air
Differently
Listening to words
Strange words
Unknown people
Looking for something that i didn't find.
A familiar object
Printed in postcards
The most beautiful tower in front of
My eyes.
I come at the same place,
With the dream
That still takes place,
I want to find
My paris.
.
.
Lumbre
.
Como si podría volar,
Aire de sensación
Diferente,
El oír de las palabras
Extrañas,
Gente desconocida
Que mira a algo a que no pensé para encontrar.
Un objeto familiar,
Encarcelado en tarjetas postales.
La torre más hermosa delante de
Mi mirada.
Todavía me vuelvo el lugar
Con el sueño si
Para llevar,
Deseo encontrar
Mi París.
.
.

2 comentários:

Paulo Patux disse...

"Buscava respirar,
Ansiando um novo ar,
Puramente.

Ouvindo as aves,
Num céu azul a cantar,
Tranquilamente.

Encontrei um lugar
E me permiti relaxar
Plenamente.

Foi lá,
Longe do mar,
Atrás de um monte,

Ali encontrei o meu lar,
Meu canto de paz,
Belo Horizonte."

(Paulo Patux)

isadira.volei disse...

Achei muito legal isso q vc faz, viu?!
eh interessante, e uma ideia muuuito bacana
parabens de verdade
FUI